O lugar da cidade do Rio que eu mais gosto é o Jardim Botânico do Rio de Janeiro! Impossível você ir lá e não se apaixonar.  Aproveitei que meu roteiro já tinha o Jardim como certo e passei pelo Parque Lage que fica bem próximo.

entrada parque lage camila latorre blog

O Parque Lage hoje é onde funciona a Escola de Artes Visuais, por isso tenha cuidado ao visitar o local durante o horário das aulas.

parque lage 1 camila latorre blog

Com 52 hectares de área bem abaixo do Cristo Redentor (há uma trilha que sai do Cristo e vai até o parque Lage, porém como não há policiamento nem seguranças achamos melhor não fazê-la).

20180419_125827(0)

O local era uma fazenda de açúcar e no século XIX foi feita a reforma que deixou o prédio como ele é hoje. Já pertenceu a membros da sociedade carioca, sediando festas e eventos e em 1966 foi desapropriado pelo governo e se tornando o Parque Lage.

20180419_125002

O lugar tem uma beleza incrível, combina a construção de estilo europeu, pátio aberto e a mata nativa como moldura.

34531468_1978614955547353_4541823285821702144_n

Já serviu de locação para filmes, clipes musicais e novelas.

20180419_125723

É lindíssimo e gratuito. Você pode até comer por ali, há um restaurante dentro do prédio e estava cheio quando fomos, decidimos não esperar.

34535899_1978614962214019_6698055262512611328_n

Andando uns 10 minutos em direção a Gávea chegamos ao Jardim Botânico.

jardim b 1

O Jardim Botânico foi criado em 1808 por D. João (ainda príncipe regente) com o intuito de abrigar uma fabrica de pólvora e adaptar a flora de outros locais do mundo na cidade.

20180419_142741

O jardim era utilizado para desenvolver o estudo das espécies estrangeiras no Brasil e estudar as nativas brasileiras.

lossy-page1-800px-Jardim_Botânico

Cada Aleia (ruazinha) do Jardim Botânico tem uma história, homenageia algum cientista ou bem feitor ligado a sua  construção ou manutenção.

20180419_141751

Dom João inclusive queria o monopólio das palmeiras imperiais (palmeiras da principal aleia do parque) e até mandava queimar os frutos das árvores para que ninguém as plantasse em outro local.

20180419_134655

Há um orquidário bem completo, com espécies de vários locais do mundo.

34535222_1978614858880696_6630323576715083776_n

Você pode passar pelas nascentes e pequenas cachoeiras nas encostas, é possível ir se guiando pelo barulho da água.

20180419_135625

Há um espaço dedicado a espécies amazônicas, um jardim japonês com até flores de lótus, um jardim sensorial onde o visitante deve tocar as plantas, um bromeliário, um aqueduto e o Lago Frei Leandro, nomeado em homenagem ao responsável pela construção deste e outras estruturas quando diretor do local ainda no séc. XIX.

20180419_141639

jardim 3

20180419_142506

Posso dizer que meu lugar preferido dessa vez foi o lago Frei Leandro, poderia sentar ali e ficar por horas contemplando.

20180419_142310

O jardim Japonês também foi especial, eu não me lembrava de tê-lo visto quando visitei ainda criança.

20180419_144107

Lembro que saia correndo por essas aleias e minha vó ficava me chamando rsrs

20180419_142150(0)

A entrada é paga, custou R$15,00 inteira e o horário de visitação de terça a domingo é de 8h às 18h. Clique aqui para mais informações.

20180419_133413

É bem difícil não relaxar ouvindo o barulho da água, observando a beleza da natureza e como o homem é capaz de integrá-la a cidade.

34465415_1978615058880676_5416915888764878848_n

Dentro do Jardim Botânico, à medida que entramos paramos de ouvir o barulho da rua, fica uma paz enorme. Aproveite para relaxar e respirar ar puro.

20180419_140001

Quais outros Jardins Botânicos você acha que eu gostaria de conhecer?