Foz do Iguaçu é uma cidade relativamente pequena, porém possui uma diversidade enorme de culturas e religiões.  Era domingo, o dia estava lindo então decidimos dirigir até o templo.

Como fomos de carro para a cidade o que ajudava na locomoção, usamos o Waze para chegar e foi fácil, mas há linhas de ônibus que fazem esse trajeto ( 103 no Terminal de Transporte Urbano (TTU) no Centro de Foz), lá também há estacionamento com bastante vagas, gratuito e também é acessível a quem possui mobilidade limitada. O Templo segue o Budismo Mahayana, o mais comum na China, Japão e outros países da Ásia. O nome do Templo é Chen Tien.

Pezinho mais fofo rsrsrs

Logo vemos as imagens dos 108 budas que representam as contas da Japamala, o terço budista/ hindu. Ao entrar vemos um jardim enorme com um gramado e algumas esculturas, os protetores do local, com aquelas caretas de características chineses, cada um tem um artefato nas mãos e uma função,  aí começamos a avistar os tipos diferentes de estatuas de Buda e seus protetores.

Os 108 budas que representam as contas da japamala

Vemos uma fileira com 108 budas e logo vemos também o Buda maior, L I N D O!

Buda Amitaba

Logo a frente da imagem do Buda temos uma placa com o mantra: NA MO A MI TUO FO.

Este templo é da vertente chinesa do budismo, o buda Maitreya é o buda que representa o futuro.

Buda Maitreya – o renovador

Ao lado temos uma imagem do Buda deitado em nirvana, que o retrata em seus últimos momentos na Terra, é absolutamente impactante, cheio de detalhes e para quem foi criança na década de 90 vai lembrar-se do jogo Street Fighter hahahahaha.

Maraviloso Buda em nivrvana e seus protetores

 

 

Construído em 1996 o templo conta com um pagode principal onde ficam as imagens dos 18 dignos ou “arahats”. São humanos com a estatura espiritual elevada que estão próximos de atingirem a meta final da evolução e próximos aos primeiros estágios do nirvana. Dentro do templo não é permitido fotos ou vídeos e também não devemos falar, o silencio tem uma importância grande e é um local de respeito, Há também um mural onde podemos acender velas e escrever desejos. Logo na saída há um incensário onde também podemos acender os incensos e pedir boas energias, eu comprei um kit na lojinha de souvenir do templo, com dois incensos, duas velas e dois cartões, além de presentes e artigos feitos no próprio local… ahhhh também vendem bebidas.

Incensário

Foi um passeio incrível, eu nunca havia ido em um templo então, me encantou. Acredito que uma hora seja suficiente para conhecer, mas foi bom sentar na grama e tentar relaxar ao som dos mantras que ficam tocando no ambiente.

 

Animou-se? Faça uma visita e se surpreenda.

O Templo fica aberto as visitações de terça a domingo visitem para mais informações clique Aqui

Me conta se você gostaria de visitar o templo e se já visitou, sentiu uma paz enorme como eu?

Bju